Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Buscar  
Brasil

Publicada em 03/09/17 as 23:02h - 9 visualizações
'País foi sequestrado por um bando de políticos inescrupulosos', diz Joaquim Barbosa
rês anos depois de deixar o STF, o ex-ministro deu entrevista ao Valor

correio24horas


Três anos depois de deixar o Suprmo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa volta aos holofotes da política nacional. Desta vez, o rlator do processo do mensalão deu declarações sobre a Era Temer. "O Brasil foi sequestrado por um bando de políticos inescrupulosos que reduziram as instituições a frangalhos", disse o jurista, em entrevista à jornalista Maria Christina Fernandes, publicada no Valor.

A negociação para que a conversa acontecesse demorou seis meses e tinha como condição não tocar em três temas: Judiciário, Supremo e Lava-Jato. Mas na hora H, Barbosa deixou a exigência para trás. 

O ex-ministro ainda disse que em nenhum país uma figura como Michel Temer - acusado de levar propinas de empresas e comprar políticos como Eduardo Cunha e Lúcio Funaro,  - permaneceria no cargo depois de acusações tão graves. "Essa gente é tão sem escrúpulo que vai tentar impor o parlamentarismo para angariar a perpetuação no poder e se proteger das investigações. Esse é o plano. Seria mais um golpe brutal nas instituições".

O jurista, que se aposentou prematuramente do cargo do STF em julho de 2014, foi o primeiro ministro a deixar o Supremo no exercício de sua presidência. À época, atribuiu a decisão às fortes dores na coluna, que o acompanharam em sete dos 11 anos que esteve na mais alta instância do poder judiciário brasileiro. Afastado da vida pública, Barbosa se dedica a eventos e pareceres jurídicos. E às postagens na rede social Twitter. 

"O Brasil já fez, nos últimos 50 anos, dois plebiscitos. Em ambos, a votação contrária foi avassaladora. Em 1993, o parlamentarismo não obteve, se não estou enganado, mais de 25% dos votos. É uma ideia absolutamente exótica à organização institucional brasileira. O país vive há quase 130 anos sob um regime presidencialista. Seria uma irresponsabilidade absurda testar um experimento exótico desse, como se fosse um brinquedinho, um ioiô", comentou. 

Apontado como candidatro à Presidência em 2018, Joaquim Barbosa comentou a campanha de Lula ao cargo. "Acho que ele não deveria ser candidato. Vai rachar o país ainda mais. Já está em idade de usufruir da vida e do dinheiro que ganhou com suas palestras. Só que o estão empurrando para ser candidato, com essa cruzada que o coloca contra a parede. É um ódio irracional esse que apareceu no país".




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.




(81)98619-0113

No Ar
Maré Cheia - mpb, reggae, ska, pop e regional. com DJ Bigu
Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter

Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 1924 Usuários Online: 6


Parceiros

Copyright (c) 2017 - Doce Rio FM - Todos os direitos reservados